1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Você sabe a diferença entre chope e cerveja?
Você sabe a diferença entre chope e cerveja?
Em 10/11/2022 às 11h00.

Você sabe a diferença entre chope e cerveja?

Existe realmente diferença entre chope e cerveja? A seguir, conheça as características de cada uma das bebidas.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

À primeira vista, as diferenças entre chope e cerveja são cheias de sutilezas. Mas, quando bebemos as bebidas com cuidado, percebemos algumas características relevantes de cada uma delas. Fato é que, quase todo o mundo, utiliza a mesma palavra para designar a cerveja, independente da maneira como que ela é acondicionada e servida seja em lata, garrafa ou barril.

De qualquer forma, as bebidas têm sim diferenças. Acredita-se que a origem do nome chope esteja relacionada à imigração alemã no Brasil. Chope vem de schoppe, palavra que significa “copo de meio litro”, medida que era utilizada para realizar pedidos nos balcões dos bares. Com o tempo, o termo foi adotado por diversos estabelecimentos do país.

No Brasil, tradicionalmente, a cerveja não pasteurizada, acondicionada em barris e servida em torneiras, é chamada de chope. Como o chope é um formato de cerveja não pasteurizada, ele preserva características de sabor e aroma que costumam ser perdidas após a pasteurização. É um produto mais delicado e seu tempo de validade é menor do que o das cervejas pasteurizadas, sendo de no máximo 45 dias.

Em muitos países, a cerveja de barril servida em torneiras não possui um nome diferente, sendo denominada, por exemplo, como “draft beer” ou “beer on tap”, em países de língua inglesa, ou “von fass”, em alemão, que significa “cerveja de torneira’.

No Brasil, cerveja é o produto acondicionado em latas ou garrafas que passou por pasteurização, ganhando maior flexibilidade para o transporte e serviço da bebida. Com a pasteurização, a cerveja ganha potencial para ser vendida no varejo, onde permanece por longos períodos nas gôndolas.

Vale destacar que também existem cervejas em latas e garrafas que não foram pasteurizadas, com objetivo de preservar ao máximo o sabor e aroma da bebida. Este tipo de produto costuma ser produzido por microcervejarias artesanais, e é chamado de “cerveja fresca”.

Chope ou cerveja? A escolha depende muito da ocasião que você vai consumir a bebida. Para uma grande gama de estilos, a cerveja fresca e não pasteurizada é um grande atrativo, já para outros isso é menos relevante. O mais importante é que, agora, você pode escolher com muito mais consciência.

Links:

Mercado Cervejeiro
30/01/2023 às 11h30.

Michael Jackson da cerveja: Conheça o escritor que inspirou gerações de cervejeiros

Você sabia que o universo cervejeiro tem o seu Michael Jackson? Conheça a história do Beer Hunter, o jornalista que viajou o mundo em busca de uma cerveja excepcional.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
26/01/2023 às 11h30.

Pertinho de São Paulo: 5 lugares para beber cerveja artesanal em Campinas

A pouco mais de 80 quilômetros de São Paulo, Campinas é recheada de opções para curtir uma boa cerveja artesanal; conheça cinco lugares para beber na cidade.

Compartilhe