1. Home
  2. /
  3. Gastronomia
  4. /
  5. Saiba como harmonizar cervejas com frutos do mar
Saiba como harmonizar cervejas com frutos do mar
Em 22/10/2022 às 10h00.

Saiba como harmonizar cervejas com frutos do mar

Além dos peixes, o mar oferece ótimas iguarias para a gastronomia. E a cerveja é uma ótima pedida para combinar com elas; confira.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Desde que a humanidade existe, nos alimentamos do mar. E não só de peixes. Os frutos do mar estão entre os alimentos mais apreciados. Da mesma forma, a cerveja é a bebida alcoólica mais antiga feita intencionalmente pelo homem. E, não à toa, combina perfeitamente com essas iguarias.

Nossa querida bebida é versátil, com um espectro de cores, aromas e sabores vasto. O que cria diferentes oportunidades de harmonizações.

Em geral, os frutos do mar têm características mais leves, algumas vezes, com sabor de maresia, e tendem a absorver bem os temperos e condimentos usados no seu preparo. O método de cocção também conta. Se cozidos, apresentam sabores mais sutis. Se grelhados, produzem caramelização e tosta por meio de reações químicas com o calor.

Portanto, para escolher a cerveja, vale a pena apostar em rótulos que tenham semelhanças com o sabor dos preparos, pois isso enfatiza tais características. Algumas vezes, também podemos usá-las para complementar, adicionando aromas à combinação, como se cozinhássemos com a bebida dentro do prato. Confira algumas sugestões.

Moules et frites com Belgian Golden Strong Ale

Moules et frites ou moules fites é um prato típico da Bélgica. Por ser um país muito cervejeiro, não foi difícil chegar nessa combinação. A história nos conta que os mexilhões já foram conhecidos como prato dos pobres por lá, o que os tornou extremamente populares. Hoje, estão no cardápio dos mais requintados restaurantes. Já a batata frita foi inventada no país. Há documentos do século XVIII que já mencionavam a fritura por lá.

Em especial, cervejas do estilo Belgian Golden Strong Ale combinam muito bem com o prato. Seus aromas delicados se equiparam à sutileza do fruto do mar, enquanto as notas mais condimentadas enfatizam os temperos. Mas vale notar que existem inúmeros preparos diferentes dessa iguaria, o que dá espaço para usar outros estilos de cervejas belgas.

Ostras com Irish Dry Stout

Assim como moules et frites, a combinação de ostras com Stouts é algo típico da Irlanda, o que chamamos de harmonizações culturais. Algumas delas funcionam melhor tecnicamente, outras são feitas apenas por serem tradicionais. De qualquer forma, sempre vale experimentar.

Ostras têm um sabor forte de maresia e encontram nas cervejas do estilo Irish Dry Stout notas igualmente intensas de maltes torrados, como café expresso e, algumas vezes, até chocolate amargo e caramelo. Outra semelhança é que são cervejas leves para um prato também suave. A maresia, de certa forma, é acentuada pela torra, que também traz um aspecto de grelhado para a combinação.

Camarões com Witbier

Nada mais brasileiro que camarão na beira da praia. Tenho certeza de que você gosta de jogar aquele limãozinho espremido por cima dele. Dá para fazer isso com cerveja também. Basta pedir a sua porção com uma cerveja bem cítrica e acompanhar cada bocada com um gole da bebida.

Rótulos do estilo Witbier, cerveja de trigo de tradição belga, são muito bons para complementar os sabores, pois são feitas com cascas de laranja e sementes de coentro, que enfatizam a refrescância da combinação.

Mercado Cervejeiro
09/11/2022 às 10h30.

5 livros sobre como fazer cerveja

Fazer cerveja pode ser um hobbie, ou um trabalho sério; independente do seu nível de experiência, há ótimos livros para te ajudar a começar ou aprofundar os estudos cervejeiros.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
21/10/2022 às 13h03.

Fique por dentro: Dicionário das cervejas funcionais

Cervejas funcionais adicionam características benéficas à saúde; fique por dentro do vocabulário ligado a essas bebidas.

Compartilhe