1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Por que existem tantos tipos de cerveja?
Por que existem tantos tipos de cerveja?
Em 06/05/2022 às 10h00.

Por que existem tantos tipos de cerveja?

História milenar, criatividade e valorização de diferentes regiões do mundo criaram uma infinidade.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

Quem inicia no universo cervejeiro, logo se depara com uma grande diversidade de estilos da bebida. O que, ao mesmo tempo, desperta curiosidade, mas também é um pouco confuso. Afinal, de onde vem, e por que existem tantos tipos de cerveja? A resposta para essas perguntas está relacionada com a história da bebida.

Uma cultura milenar

A produção de álcool, a partir da fermentação de cereais, acompanha a humanidade. Desde então, o ser humano iniciou uma jornada de desenvolvimento de técnicas para a produção de diferentes tipos de cerveja.

Com isso, a cerveja foi se tornando um produto bastante sofisticado. A África e a Ásia, por exemplo, possuem registros de produção de cerveja, há milhares de anos, já com uma diversidade de tipos, que englobavam diferentes sabores.

Na Europa, posteriormente, este desenvolvimento seguiu com cervejas diferentes, de acordo com os ingredientes locais e também com conhecimento dos cervejeiros, que se aprimorou.

Além disso, ainda na antiguidade, não era incomum que festejos importantes demandassem a produção de uma cerveja diferenciada para marcar determinada época do ano. É o caso da cerveja chamada de Marzen, produzida para a Oktoberfest, na região da Baviera da atual Alemanha.

Mais uma observação interessante. Há muitos séculos, os belgas enxergavam o potencial gastronômico da cerveja. Eles tornaram a produção da bebida uma verdadeira experiência culinária, com a adição de ervas, sementes e frutas. Um exemplo disso são as conhecidas Witbiers.

Gosto por novidades

Atualmente, dois guias são utilizados como referência para classificação dos estilos de cerveja: o da Brewers Association e o da Beer Judge Certification Program (BJCP). Eles catalogam estilos clássicos, por meio de elementos como cor, sabor, aroma e presença de determinados ingredientes.

Mas, não vamos nos prender apenas aos guias de estilo. Com o crescimento de pequenas cervejarias artesanais, muitos tipos de cerveja, quase inclassificáveis e cuja a produção muita vezes nem se repete, são criados constantemente, em uma busca incessante por novidades e novas experiências.

O universo cervejeiro é gigantesco. Há sempre um tipo novo de cerveja a ser degustado, para diferentes ocasiões, das mais casuais até as mais sofisticadas. Indo com calma e vontade de explorar, tem muita cerveja para ser conhecida.

Mercado Cervejeiro
22/09/2022 às 10h58.

Oktoberfest: Conheça as 5 maiores do mundo

Você sabia que a festa de Munique não é a maior do mundo? Saiba quais são as cinco maiores Oktoberfests e suas curiosidades.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
19/09/2022 às 15h14.

De 2013 até os dias atuais. A expansão do Mondial no Brasil

Gabriel Pulcino, gerente de negócios do Mondial de la Bière conta um pouco sobre as histórias por trás de um dos maiores festivais de cervejas do mundo.

Compartilhe