1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Manual para visitar uma cervejaria
Manual para visitar uma cervejaria
Em 08/02/2022 às 10h00.

Manual para visitar uma cervejaria

Muitas cervejarias oferecem visitas guiadas à fábrica, com degustação ao final. Na coluna de hoje, escrevo sobre o que considero um manual para esta visita.

Luiza Lugli Tolosa
Por Luiza Lugli Tolosa, cervejar.com
Sócia-fundadora da Cervejaria Dádiva

Você já deve ter pensado em visitar uma cervejaria, ou brewpub. Visitar uma indústria é sempre muito interessante. A minha primeira visita foi a uma fabricante de absorventes, que usava uma única linha de produção, do início ao fim. E se tem uma coisa que me deixa hipnotizada, desde então, é ver uma linha de produção rodando, seja ela de absorventes, ou, é claro, de envase de cervejas.

Muitas cervejarias oferecem visitas guiadas à fábrica, com degustação ao final. Por isso, na coluna de hoje, resolvi escrever sobre o que eu considero um manual para esta visita, que pode ser algo rotineiro, ou organizada especialmente para um grupo de amigos, ou de estudantes.

Primeiro, procure se informar sobre restrições de roupa e sapato para a visita. Eu sempre indico usar sapato fechado e, se a fábrica estiver em operação, calças compridas. Tente chegar 10 minutos antes, para ter tempo de comprar ou retirar o ingresso.

Fotos normalmente são permitidas, mas é sempre bom perguntar antes de sair fazendo selfie e fotos de cada detalhe. Nas visitas à Dádiva, liberamos fotos, exceto na parte onde ficam os rótulos. Se houver caixas ou produtos rotulados, não é conveniente fazer fotos de rótulos ou etiquetas, mesmo que a cervejaria não alerte sobre isso.

Durante a visita, procure ouvir o apresentador, tirar dúvidas sobre o processo de produção, perguntar sobre a história da cervejaria e suas curiosidades. Deixe para conversar com o seu colega e fazer comentários ao final, e não durante a apresentação.

Se for oferecida alguma degustação, aproveite para experimentar o produto, conhecer os detalhes da produção, e as notas sensoriais. As degustações geralmente são em doses pequenas, de vários estilos de cerveja, ou um copo/taça de um tipo apenas.

Este momento foi feito para você conhecer o produto. Se quiser consumir mais, verifique o local onde é possível adquirir a bebida. E lembre-se, consuma sempre com moderação.

A maioria das cervejarias conta com uma loja, em que é possível comprar cervejas, e também souvenirs, como copos, abridores, camisetas, bonés. Bolachas de chopp (ou porta-copos) não costumam ser vendidas. Se quiser levar alguma para casa, escolha uma ou duas, sem exageros. Essa dica vale para os eventos também.

Por fim, não se esqueça: você está a passeio, mas as pessoas da cervejaria estão trabalhando. Respeite a dedicação e o tempo de quem está apresentando o local para você. Conheça, aprenda, e não se esqueça de brindar. Saúde!

Mercado Cervejeiro
30/01/2023 às 11h30.

Michael Jackson da cerveja: Conheça o escritor que inspirou gerações de cervejeiros

Você sabia que o universo cervejeiro tem o seu Michael Jackson? Conheça a história do Beer Hunter, o jornalista que viajou o mundo em busca de uma cerveja excepcional.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
26/01/2023 às 11h30.

Pertinho de São Paulo: 5 lugares para beber cerveja artesanal em Campinas

A pouco mais de 80 quilômetros de São Paulo, Campinas é recheada de opções para curtir uma boa cerveja artesanal; conheça cinco lugares para beber na cidade.

Compartilhe