1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. Italian Pilsner: saiba tudo sobre essa cerveja
Italian Pilsner: saiba tudo sobre essa cerveja
Em 01/12/2021 às 10h00.

Italian Pilsner: saiba tudo sobre essa cerveja

Criada em 1996 por Agostino Arioli, na Itália, esta cerveja é tendência nos Estados Unidos e também é produzida no Brasil.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Dentro da história das bebidas fermentadas, uma das principais invenções foi a Pilsen, cerveja que surgiu em 1842 pelas mãos do cervejeiro alemão Joseph Groll. Isso aconteceu na cidade de Plzen, na República Checa. Foi a primeira vez que o mundo viu uma cerveja dourada e brilhante, fato que transformou os rumos da nossa bebida preferida.

Obviamente, vários estilos surgiram a partir dali. Alguns exemplos são, German Pils, Munich Helles, Belgian Blond Ale e Belgian Strong Golden Ale, e a própria American Lager, a cerveja Pilsen mais popular do mundo. Uma variação muito mais leve e barata, criada na década de 1940, nos Estados Unidos.

A Pilsen continua inspirando variações até hoje. Recentemente, virou tendência nos EUA uma tal de Italian Pilsner. Mas o que é e de onde veio essa novidade?

Da Itália para o mundo

A Italian Pilsner original foi inventada em 1996, pelo cervejeiro italiano Agostino Arioli. Ela foi batizada de Tipopils, uma variação da German Pils, mas com pequenas e importantes modificações.

Uma das diferenças é o aroma e sabor de lúpulo floral, ainda mais destacado que nas versões alemãs. Isso é fruto de uma técnica moderna, não presente no estilo original, chamada Dry-Hopping. Trata-se da inserção de lúpulo na etapa fria do processo de fabricação, com o objetivo de dar mais aroma para a cerveja.

Outro destaque da cerveja italiana é uma nota frutada suave que lembra frutas brancas, como uvas verdes ou pera. Para chegar nesse resultado, Arioli fermentou a cerveja a 11º C, uma temperatura considerada mais alta para cervejas Lager.

Esta cerveja também tem um suave aroma de biscoito. Isso porque, o cervejeiro adicionou uma  parcela de malte um pouco mais tostado do que o malte pilsen tradicional da versão alemã.

Experimente

A Gorlami (4,5% – 473 ml), da cervejaria paulistana Dogma, é um excelente exemplar desse estilo e traz todas as características mencionadas. Além dela, a Ma Che! (5,2% – 473 ml), produção colaborativa entre as cervejarias Dádiva e Mafiosa, ambas do interior de São Paulo, vale muito a pena.

Mas não é só São Paulo que faz Italian Pilsner com qualidade. A cervejaria Salvador, de Caxias do Sul (RS), produz a Arioli (4,9% – 473 ml), que utiliza os lúpulos Hallertau Mittelfrüeh e Saphir. Experimente!

Mercado Cervejeiro
23/06/2022 às 10h57.

Com nova lei, Rio de Janeiro pode ganhar mais cervejarias

Após receber aprovação final e entrar em vigor, lei pode ser o “empurrão” que faltava para pessoas que desejam abrir sua cervejaria artesanal, mas encontravam barreiras para isso.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
16/06/2022 às 10h00.

Dia do Orgulho LGBTQIA+: 3 iniciativas que apoiam a causa

O dia 28 de junho marca a luta pela diversidade e igualdade de direitos. A cerveja não está alheia ao tema e já existem, inclusive, iniciativas e empreendimentos na área.

Compartilhe