1. Home
  2. /
  3. Gastronomia
  4. /
  5. Harmonização à paulista: comidas típicas ficam ótimas com cerveja
Harmonização à paulista: comidas típicas ficam ótimas com cerveja
Em 28/05/2022 às 10h21.

Harmonização à paulista: comidas típicas ficam ótimas com cerveja

Pratos conhecidos da maior cidade do Brasil rendem combinações deliciosas com cerveja; confira dicas para acertar na harmonização.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Com mais de 12 milhões de habitantes, São Paulo é a maior cidade do Brasil e a quarta mais populosa do mundo. Também é muito conhecida pela sua gastronomia. Em São Paulo, pode-se achar de tudo: do acarajé ao churrasco gaúcho; da moqueca capixaba ao açaí; da massa da “nona” ao pierogi. Mas, afinal, qual é a comida típica paulistana?

Se pensarmos apenas em termos de gastronomia cultural, a resposta é complicada. No entanto, é só listar algumas dessas delícias que percebemos que é na rua, na baixa gastronomia, e na história dos imigrantes, que a identidade culinária do paulistano sobrevive. Virado à paulista, cuscuz paulista, sanduíche de mortadela e pastel são algumas das iguarias.

E o mais interessante de tudo isso: elas ficam deliciosas quando harmonizadas com cerveja! Confira abaixo as dicas para acertar na combinação.

Virado à paulista

Se fosse uma competição de popularidade, o virado à paulista só perderia, talvez, para o pão na chapa. É, tradicionalmente, servido às segundas-feiras em restaurantes e bares da cidade e tem origem histórica: era a comida dos bandeirantes, no século XVII. A importância é tanta que foi reconhecido como Patrimônio Imaterial do Estado de São Paulo.

Existem algumas variações mas, em geral, o virado é composto de tutu de feijão, arroz, couve refogada, bacon ou torresmo, com bisteca suína e ovo frito. São sabores fortes, ricos em gordura e sal e, por isso, pedem uma cerveja mais intensa. A Bock é um bom par, porque tem teor alcoólico alto e estimula os sabores principais.

Sanduíche de mortadela

O sanduíche de mortadela é um dos mais queridos dos paulistanos. E tem endereço certo: o Mercado Municipal de São Paulo, o Mercadão. Composto por pão, manteiga e (muita) mortadela, fica divino se combinado com cervejas que estimulem o sabor do embutido, como Brown Ale ou Belgian Dubbel.

Pastel

Nosso querido pastel não é uma invenção paulistana, apesar de existirem histórias que ele teria sido aperfeiçoado por essas bandas. Mas, o hábito de pedir “dois pasteis e um chopp” é. Há uma infinidade de sabores de pasteis. O tradicional pastel de carne pode ser combinado com cervejas que reforcem o sabor e os temperos do salgado. Experimente com rótulos dos estilos Special Bitter ou English Pale Ale.

Cuscuz paulista

O cuscuz paulista é uma variação do cuscuz, prato de origem africana, que foi sucesso em países da Europa, e principalmente na Península Ibérica, antes mesmo do descobrimento do Brasil. Por aqui, foi adaptado por imigrantes europeus, com farinha de milho. Já o molho, normalmente, feito com vegetais nas versões originais foi incorporado junto com a massa. Assim, são adicionados molho de tomate, ovos, azeitona, ervilha, milho e até sardinha. É um prato versátil que pode ser comido quente ou frio. Harmonize com cervejas de trigo leves como Witbier e Weizenbier.

Mercado Cervejeiro
09/11/2022 às 10h30.

5 livros sobre como fazer cerveja

Fazer cerveja pode ser um hobbie, ou um trabalho sério; independente do seu nível de experiência, há ótimos livros para te ajudar a começar ou aprofundar os estudos cervejeiros.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
21/10/2022 às 13h03.

Fique por dentro: Dicionário das cervejas funcionais

Cervejas funcionais adicionam características benéficas à saúde; fique por dentro do vocabulário ligado a essas bebidas.

Compartilhe