1. Home
  2. /
  3. Gastronomia
  4. /
  5. Festa junina também combina com cerveja
Festa junina também combina com cerveja
Em 25/06/2022 às 10h00.

Festa junina também combina com cerveja

Harmonizar quitutes juninos com diferentes estilos de cerveja pode ser uma forma deliciosa de repaginar as comemorações de São João.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

O mês de Junho é conhecido pelas tradicionais festas juninas. O dia de São João é apenas dia 24, mas as comemorações rolam o mês inteiro, e algumas se estendem até Julho, para a nossa alegria.

Muitos historiadores apontam que as raízes das festas juninas estão nos rituais pagãos dos povos europeus, que comemoravam a mudança da primavera para o verão. Posteriormente, esses rituais teriam sido absorvidos pela Igreja Católica e transformados em festas religiosas.

Essas festas chegaram ao Brasil no século XVI, com os portugueses. Com o passar do tempo, ganharam ares de festa folclórica, incorporando elementos rústicos, tipicamente brasileiros.

Que tal acrescentar cervejas nessa mistura tão saborosa e divertida que é São João? A seguir, algumas dicas de harmonização de comidinhas típicas com a nossa querida bebida.

Pipoca ou milho assado com Pilsner Urquell

Pipoca e milho são dois petiscos indispensáveis nas festas juninas. Apesar de terem sabores bem neutros, o preparo acaba criando algumas diferenças. Tanto um, quanto outro, são carregados de sal e podem usar manteiga. Já o milho, quando assado, acaba ganhando ares mais tostados.

Todas essas características só melhoram a harmonização com cervejas do estilo Bohemian Pilsener, como a Pilsner Urquell. Primeira cerveja clara do mundo, ela traz aromas e sabores de cascas de pão e suave de tosta que se assemelham com as comidinhas, além de leve dulçor para contrastar o sal. Já o álcool e gás carbônico cortam a gordura.

Bolo de milho ou fubá com Guinness

O bolo de milho e o bolo de fubá também são figurinhas presentes nas festividades. À base de milho, também são neutros, só que doces, em vez de salgados. Eu, particularmente, adoro aproveitá-los com café.

Combinar com uma cerveja do estilo Dry Stout, como a Guinness, é justamente fazer essa mesma mistura de sabores. A cerveja é feita com maltes torrados, que dão sabor de café de torra intensa e algum amargor para contrastar o dulçor dos quitutes. Uma delícia, em que um complementa o outro.

Canjica, arroz-doce ou cocada com Wäls Dubbel

Leite de coco, canela e cravo dão o tom dos doces típicos de festa junina. Tanto a canjica, como o arroz-doce ficam ótimos acompanhados com uma Belgian Dubbel, como a Wäls Dubbel. A cerveja traz um toque de caramelo e chocolate para a combinação, contrastando a gordura e o dulçor do leite, com álcool e gás carbônico, enfatizando os condimentos. Também é um estilo mais alcoólico, que traz aquecimento ao corpo – o que é ótimo ainda mais quando os doces também estão quentes. A combinação também funciona com cocada, principalmente a mais escura.

Pé de moleque ou paçoca com Noi Cioccolato

O amendoim também não pode faltar. Para mim, o pé de moleque e a paçoca vão bem com uma Russian Imperial Stout, como a Noi Cioccolato. A cerveja já tem notas de cacau, café e chocolate, além de caramelo, tostado e ameixas. A ideia aqui é trazer o amendoim para essa mistura, diminuindo o dulçor e a oleosidade do quitute com o álcool.

Mercado Cervejeiro
09/11/2022 às 10h30.

5 livros sobre como fazer cerveja

Fazer cerveja pode ser um hobbie, ou um trabalho sério; independente do seu nível de experiência, há ótimos livros para te ajudar a começar ou aprofundar os estudos cervejeiros.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
21/10/2022 às 13h03.

Fique por dentro: Dicionário das cervejas funcionais

Cervejas funcionais adicionam características benéficas à saúde; fique por dentro do vocabulário ligado a essas bebidas.

Compartilhe