1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. Estilos de cervejas de trigo para comemorar o Dia do trigo
Estilos de cervejas de trigo para comemorar o Dia do trigo
Em 10/11/2021 às 10h00.

Estilos de cervejas de trigo para comemorar o Dia do trigo

O trigo já estava presente nas primeiras cervejas do mundo. Hoje Weizenbiers, Witbiers e American Wheat Beers são os principais estilos que você deve provar.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Dia 10 de novembro é o Dia do Trigo. E para comemorar a data, nada melhor que um brinde com cerveja, de trigo, é claro! Aliás, a cerveja e o trigo são parceiros históricos. Além da combinação de cerveja com trigo maltado ou não maltado, várias passagens históricas colocam esses produtos em pé de igualdade. Exagero? Vamos aos fatos!

O trigo é a segunda maior cultura de grãos do mundo, só perde para o milho. Já a cerveja é a bebida alcoólica mais consumida no planeta. Entre as bebidas em geral, a cerveja só não é mais consumida que a água e o chá.

Cerveja e trigo são também muito antigos. Acredita-se que variedades de trigo são plantadas pelo homem desde o ano 12.000 a.C, no Oriente Médio. Na mesma região, teria surgido a cerveja, há 13 mil anos.

Outra semelhança é que ambos teriam sido descobertos por acaso. O trigo se originou de uma mutação genética da planta, que tornou as sementes grandes e pesadas demais para serem levadas pelo vento. Porém, a humanidade descobriu que ela servia de alimento e, assim, passou a cultivá-la.

Já a cerveja, um fermentado de grãos, teria sido descoberta a partir da estocagem inadequada dessa matéria-prima. Dessa forma, o grão teria molhado, germinado, secado e molhado novamente, dando início à fermentação natural.

Cervejas de trigo

Entre os cereais presentes nas primeiras cervejas, o trigo já estava lá, representado pelo sorgo, um parente próximo. Só bem depois, o homem teria descoberto a cevada como grão mais adequado para a cerveja, pois contém mais amido e, portanto, açúcar para fermentar. Mesmo assim, a inclusão do trigo na bebida permaneceu na Idade Antiga e na Idade Média em muitas tradições e países.

Na Alemanha, deu-se início à produção das Weizenbiers, também conhecidas como Weissbiers, por sua aparência turva e esbranquiçada. Os aromas e sabores dessas cervejas são frutados e condimentados, como cravo e banana. Elas possuem corpo médio e são geralmente bastante carbonatadas e refrescantes.

Na Bélgica, a cerveja de trigo por excelência é a Witbier, feita com trigo não maltado. Diferente da versão alemã, os aromas e sabores lembram cascas de laranja e sementes de coentro, itens que são, de fato, adicionados na receita. O corpo é leve e o final seco, compondo uma cerveja bastante refrescante e fácil de beber.

Já a versão americana é chamada de American Wheat Beer. Aqui, não há ingredientes extras adicionados, nem componentes frutados ou condimentados da fermentação. Ela é mais neutra e lembra o sabor de trigo e miolo de pão. O que brilha são os lúpulos norte-americanos com características frutadas, cítricas ou resinosas, dependendo da escolha do cervejeiro.

Existem ainda muitos outros estilos de cerveja que levam o cereal na composição. E, para você, qual a melhor cerveja de trigo?

Mercado Cervejeiro
26/01/2022 às 14h41.

Embalagem bonita é diferencial e ajuda nas vendas

Latas ou garrafas bonitas de cerveja podem atrair consumidores e impulsionar as vendas.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
25/01/2022 às 10h00.

Terra da garoa, São Paulo é também a terra da cerveja

A cidade São Paulo, que comemora 468 anos em 2022, caminha para ter o maior número de cervejarias do Brasil.

Compartilhe