1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. Deguste o IBU: 5 cervejas para entender a escala de amargor
Deguste o IBU: 5 cervejas para entender a escala de amargor
Em 18/11/2022 às 10h30.

Deguste o IBU: 5 cervejas para entender a escala de amargor

O International Bitterness Unit mede a quantidade de amargor de lúpulo da cerveja; confira cinco cervejas com faixas de amargor diferentes para você entender essa escala.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

IBU é uma das muitas siglas na sopa de letrinhas cervejeira. Significa International Bitterness Unit, ou Unidade Internacional de Amargor, em bom português, e varia de 0 a 100. Recentemente, o número de cervejas do estilo IPA e derivadas cresceu muito no mercado. E, com isso, aumentou também a preocupação em medir o amargor da bebida.

Assim, o IBU poderia ser uma solução ótima, já que transforma essa medida numa escala simples. No entanto, essa escala é imprecisa. Explico. IBU não é a representação do amargor da cerveja, como a maioria acredita. Mas a quantidade de miligramas de iso-alpha ácidos (substâncias de amargor do lúpulo) diluídas por litro de cerveja.

Sim, de fato o lúpulo é a principal fonte de amargor. Mas não a única. Esse gosto básico do nosso paladar pode ser ativado também por outros elementos, como os maltes torrados – algo semelhante a um café sem açúcar. E isso não conta no IBU. Além disso, o dulçor de algumas cervejas pode mascarar o amargor.

Dessa forma, temos duas conclusões: o IBU não mede todo o amargor da cerveja; e a forma como percebemos o amargor é sempre relativa ao dulçor da bebida. Por isso, muitas vezes, usamos o termo amargor percebido, que é de fato o amargor que sentimos na boca levando em consideração todas essas questões.

No entanto, não é por isso que vamos descartar o IBU. Ele serve, sim, como referência. Basta entendermos que ele não é, necessariamente, a palavra final. Sendo assim, separamos algumas cervejas que representam faixas de amargor diferentes para você identificar essa escala e aprender a usar nas cervejas.

1 – Brahma Chopp (10 IBU)

Cervejas do estilo American Lager, também conhecidas como Pilsen no mercado, são super leves, com malte e lúpulo suaves e pouquíssimo amargas. A Brahma Chopp, por exemplo, tem apenas 10 IBU, amargor considerado baixo.

2 –Paulaner Münchner Hell (20 IBU)

A Munich Helles alemã é o estilo mais popular na Oktoberfest de Munique. Ela tem sabor de malte, que lembra cascas de pão, e lúpulo floral, com corpo médio-baixo e amargor também suave. A versão da Paulaner, com 20 IBU, pode ser considerada de amargor médio-baixo.

3 – Fohenfeld German Pils (40 IBU)

Já a German Pils, a Pilsen alemã, é uma cerveja com IBU mais alto, que é enfatizado pelo corpo leve e final seco. Na versão da Frohenfeld, de Curitiba, pode ser considerado médio e muito agradável.

4 –Seasons Green Cow (62 IBU)

As IPAs são, de longe, o exemplo mais popular de amargor. Podem variar de 50 a 70 IBU, de médio-alto a alto, dependendo da cerveja. A Season Green Cow, da cervejaria gaúcha, é um ótimo exemplar com 62 IBU e amargor alto.

5 – Bodebrown Perigosa IPA (100 IBU)

Entre os estilos de maior IBU está a Imperial ou Double IPA, que pode ir de 65 a 100 IBU. Ou seja, de alto a muito alto. É o caso da Bodebrown Perigosa IPA, que com 100 IBU chega a um nível muito alto.

Mercado Cervejeiro
30/01/2023 às 11h30.

Michael Jackson da cerveja: Conheça o escritor que inspirou gerações de cervejeiros

Você sabia que o universo cervejeiro tem o seu Michael Jackson? Conheça a história do Beer Hunter, o jornalista que viajou o mundo em busca de uma cerveja excepcional.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
26/01/2023 às 11h30.

Pertinho de São Paulo: 5 lugares para beber cerveja artesanal em Campinas

A pouco mais de 80 quilômetros de São Paulo, Campinas é recheada de opções para curtir uma boa cerveja artesanal; conheça cinco lugares para beber na cidade.

Compartilhe