1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Consumo de cerveja artesanal cresce nos “países dos vinhos”
Consumo de cerveja artesanal cresce nos “países dos vinhos”
Em 23/12/2021 às 10h00.

Consumo de cerveja artesanal cresce nos “países dos vinhos”

A revolução da cerveja artesanal chegou também em países tradicionalmente associados à cultura do vinho, como Portugal, Itália e França.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

O crescimento do consumo de cerveja artesanal é um fenômeno que se espalhou por todo o mundo. Por isso, o lema “beba menos, beba melhor” já encontrou terreno fértil para expansão em diferentes países, inclusive naqueles que são tradicionalmente associados à cultura do vinho.

É o caso de Portugal, Itália e França, países que têm vivenciado o aumento do número de cervejarias e, claro, da oferta e do consumo de cerveja artesanal.

Em Portugal, cerveja artesanal volta a crescer

Portugal é o país com maior consumo per capta de vinho do mundo. Em média, um português consome 51 litros de vinho por ano. A cultura do vinho, no entanto, não impediu que a cerveja artesanal crescesse de forma promissora neste país.

Entre 2011 e 2015, o mercado de cerveja, em Portugal, acumulou uma queda de 20%. Porém, com o a entrada das cervejas artesanais, de 2015 a 2018, o setor cervejeiro cresceu cerca de 13% no país.

Além disso, de 2011 a 2019, o número de cervejarias passou de nove para 120, o que reflete a tendência de aumento do interesse dos portugueses por cervejas diferenciados e com apelo regional.

Na Itália, microcervejarias vivem explosão de crescimento

A Itália deixou de ser apenas a terra do vinho para se tornar também a terra da cerveja artesanal, resultado de um movimento iniciado no final dos anos 1980. De lá para cá, cervejarias artesanais italianas têm desenvolvido uma forte identidade e buscado se valorizar por meio da utilização de ingredientes locais.

Um destaque italiano são as chamadas Italian Grape Ales, que combinam ingredientes e técnicas de produção da cerveja e do vinho. Importante ressaltar também que, entre 2008 e 2019, o número de cervejarias na Itália cresceu mais de 280%. Neste período, o país saltou de 220 para 853 cervejarias.

França é o país europeu com o maior número de cervejarias

A explosão do interesse por cervejarias artesanais também chegou à França, que se tornou o país europeu com o maior número de cervejarias. Em 2020, eram 2.300 cervejarias nesse país.

Embora haja uma longa tradição da cerveja no leste e no norte da França, devido à proximidade com a Alemanha e a Bélgica, a bebida agora ganha espaço por todo o país. Esse crescimento se deve a diversos fatores, como o turismo cervejeiro e gastronômico.

Mercado Cervejeiro
26/01/2022 às 14h41.

Embalagem bonita é diferencial e ajuda nas vendas

Latas ou garrafas bonitas de cerveja podem atrair consumidores e impulsionar as vendas.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
25/01/2022 às 10h00.

Terra da garoa, São Paulo é também a terra da cerveja

A cidade São Paulo, que comemora 468 anos em 2022, caminha para ter o maior número de cervejarias do Brasil.

Compartilhe