1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. Como são feitas as cervejas escuras
Como são feitas as cervejas escuras
Em 15/12/2021 às 10h00.

Como são feitas as cervejas escuras

Cervejas escuras não são, necessariamente, pesadas; entenda.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

Cervejas podem ter muitas cores, desde um amarelo bem pálido até um preto muito intenso. As cervejas escuras têm essa coloração porque parte do malte utilizado na receita foi tostado, ou torrado, o que influencia também outras características da bebida, como sabor e aroma.

Quanto mais alta a torra, mais escuro o malte

O malte quando torrado é queimado a altas temperaturas até atingir a cor preta. Após esse processo, o malte passa a apresentar algumas características de sabor que lembram café e chocolate.

Maltes que passam por processos de aumento de temperatura menos intensos atingem cores intermediárias, como caramelo e marrom, e trazem características de sabor diferenciadas. Ou seja, o grau de tosta ou torra do malte e a proporção de utilização destes na cerveja vão determinar a coloração da bebida.

Cervejas escuras têm a cor determinada pela utilização de uma pequena proporção de malte torrado. O uso em grandes quantidades de maltes tostados, que apresentam coloração intermediária, entre o amarelo e preto, também resulta em cervejas escuras.

As diferentes maneiras de produzir cerveja com a coloração escura vão determinadar ainda características em relação a corpo, sabor e aroma da bebida. Isso quer dizer que o tipo de torra do malte, por si só, já produz cervejas escuras diferentes.

Cervejas escuras não são, necessariamente, pesadas

Diferente do que muita gente pensa, a cor da cerveja revela muito pouco sobre as características da bebida. Obviamente, o processo de tosta e torra do malte gera sabores característicos. Porém, maltes torrados influenciam a cor da cerveja de maneira tão intensa, que uma pequena quantidade pode alterar a tonalidade, mudando pouco outras características da bebida.

Outra visão equivocada é a de que toda cerveja escura é muito alcoólica, ou muito pesada. É perfeitamente possível produzir cervejas escuras que apresentem menos de 4% de teor alcoólico, ou com corpo bem baixo, pois essas características não são definidas pela cor do malte utilizado.

Para comprovar isso, basta beber uma Schwarzbier, estilo clássico alemão de cerveja escura, ou uma Dry Stout. Apesar da cor, as duas cervejas são muito leves, embora tragam características da torra muito presentes no sabor.

No polo oposto, estaria uma Pastry Stout, que além de utilizar maltes escuros, agrega diversos outros insumos, que produzem uma cerveja com corpo pesado e bastante alcoólica.

Mercado Cervejeiro
23/06/2022 às 10h57.

Com nova lei, Rio de Janeiro pode ganhar mais cervejarias

Após receber aprovação final e entrar em vigor, lei pode ser o “empurrão” que faltava para pessoas que desejam abrir sua cervejaria artesanal, mas encontravam barreiras para isso.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
16/06/2022 às 10h00.

Dia do Orgulho LGBTQIA+: 3 iniciativas que apoiam a causa

O dia 28 de junho marca a luta pela diversidade e igualdade de direitos. A cerveja não está alheia ao tema e já existem, inclusive, iniciativas e empreendimentos na área.

Compartilhe