1. Home
  2. /
  3. Gastronomia
  4. /
  5. Cervejas Tripel, excelentes também na cozinha
Cervejas Tripel, excelentes também na cozinha
Em 01/01/2022 às 10h00.

Cervejas Tripel, excelentes também na cozinha

Com complexidade de sabores, a Tripel é uma ótima cerveja para a culinária; saiba como utilizar a bebida na preparação de diferentes pratos.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

De tradição belga, as Tripel são grandes exemplares da evolução histórica da cerveja naquele país. A bebida traz uma complexidade de sabores, que é resultado da técnica e dos ingredientes utilizados na produção.

Os sabores doce, condimentado e frutado, envolvidos por um teor alcoólico entre 7,5% e 9,5%, fazem da Tripel um estilo muito rico não só para beber, mas também para utilizar na cozinha.

A riqueza de sabores da cerveja artesanal pode ser um grande trunfo na culinária, surpreendendo todos que provarem os pratos feitos com a bebida, e a Tripel é a prova disso.

Como usar a Tripel para preparar pratos

A Tripel pode ser utilizada na preparação de molhos, por exemplo, o que é muito simples para se colocar em prática. Neste caso, a bebida é usada para deglaçar o fundo de uma panela ou assadeira, em que foram que preparados carnes e legumes. Dessa forma, o molho resultante acompanha o que havia sido preparado previamente.

Outra oportunidade de utilização da Tripel na cozinha é na preparação de risotos. Os sabores que podem acompanhar este risoto são os mais variados. Queijos, carnes, cogumelos e frutos do mar  combinam bem com a versatilidade da Tripel. Para finalizar com chave de ouro, basta harmonizar a própria Tripel com o prato e aproveitar o momento.

Mercado Cervejeiro
22/09/2022 às 10h58.

Oktoberfest: Conheça as 5 maiores do mundo

Você sabia que a festa de Munique não é a maior do mundo? Saiba quais são as cinco maiores Oktoberfests e suas curiosidades.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
19/09/2022 às 15h14.

De 2013 até os dias atuais. A expansão do Mondial no Brasil

Gabriel Pulcino, gerente de negócios do Mondial de la Bière conta um pouco sobre as histórias por trás de um dos maiores festivais de cervejas do mundo.

Compartilhe