1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Cervejas funcionais crescem no Brasil
Cervejas funcionais crescem no Brasil
Em 14/04/2022 às 10h19.

Cervejas funcionais crescem no Brasil

Cervejas sem álcool, sem glúten, low carb e de baixas calorias estão ganhando adeptos no Brasil e no mundo; entenda.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

É só dar uma olhadinha nas prateleiras de cerveja para constatar que o espaço dedicado a elas está maior. Chamadas de funcionais, as versões sem álcool, sem glúten, low carb, light ou de baixa caloria, começam a ganhar destaque no Brasil, seguindo uma tendência mundial, estamos mais preocupados com nossa saúde.

Essa tendência da saudabilidade é uma das responsáveis pela queda no consumo de cerveja no mundo, segundo especialistas. A “premiunização”, ou seja, o consumo de cervejas premium e artesanais, no lugar das bebidas simples, também colabora para isso.

Para se ter uma ideia, entre 2013 e 2018, a produção mundial de cervejas encolheu de 1.972 para 1.912 milhões de hectolitros, uma queda de 3,48%, de acordo com o Barthhaas Report 2020/2021.

Além disso, o crescimento das cervejas sem álcool, principal categoria entre as funcionais, também é expressivo. O volume saltou de 140 milhões de litros, em 2019, para mais de 257 milhões de litros vendidos em 2020, no Brasil. Um aumento de 30%, segundo um levantamento da Euromonitor para o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja.

O Brasil passa hoje pelo que outros países vivenciam há mais tempo. Na Bélgica, por exemplo, tradicional país cervejeiro, o consumo de cervejas sem álcool ocupa 2,1% do mercado. Na Alemanha, mais de 10%. E 17% na Espanha. A estimativa atual é que 59% da população mundial não consuma álcool.

Mais um motivo para o crescimento das cervejas sem álcool é o sabor da bebida, que melhorou muito nos últimos anos, com a entrada de novas tecnologias de produção.

Por fim, outra forma de perceber esse aumento está relacionado aos lançamentos de cervejas. As low carb ganharam a Skol Ultra e Amstel Ultra no mercado maisntream, além da Heineken 0,0%.

A tendência nas artesanais

A tendência das cervejas funcionais chegou também às cervejas artesanais. A Cervejaria Dádiva, de Várzea Paulista (SP), foi uma das pioneiras. Em 2019, lançou uma Golden Ale sem álcool e uma IPA sem glúten.

No ano seguinte, a mineira Cervejaria Albanos lançou a Albanos Life Lager, uma cerveja zero carb e zero açúcar, e com baixa quantidade de calorias, que foi premiada com medalha de bronze como Light Lager, no concurso World Beer Awards, em 2021.

Alguns dos lançamentos mais recentes vêm da Doktor Bräu (Congonhal – MG). São três cervejas da linha Be Fit: uma Pilsen e uma IPA low carb e de baixo valor calórico, além da Isotonic Fruitbeer, que além dessas qualidades, é também sem álcool.

Brasil Brau 2022
Brasil Brau 2022
Mercado Cervejeiro
16/05/2022 às 11h20.

Qual cerveja levar? Escolhendo cervejas no supermercado

Um breve guia para te ajudar a conhecer novas cervejas, sem se perder na diversidade de opções dos supermercados.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
13/05/2022 às 13h50.

Com curadoria do Instituto da Cerveja Brasil, 17º Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira apresenta tendências para 2022

Fórum mais tradicional e longevo do setor reúne palestrantes nacionais e internacionais para debater técnicas de produção, processos, insumos e serviços ao longo de três dias.

Compartilhe