1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Cerveja sem álcool: por que a bebida está ganhando espaço no mundo?
Cerveja sem álcool: por que a bebida está ganhando espaço no mundo?
Em 21/02/2022 às 10h00.

Cerveja sem álcool: por que a bebida está ganhando espaço no mundo?

Modernas e atraentes, as cervejas sem álcool estão ganhando consumidores no Brasil e no mundo.

Felipe Freitas
Por Felipe Freitas, cervejar.com
Engenheiro Químico e Sommelier de Cerveja

Há poucos anos, as cervejas sem álcool eram extremamente desvalorizadas no mercado. A bebida era vista apenas como opção para quem não consome álcool. No entanto, cada vez mais, ela ganha posições de destaque no mundo cervejeiro.

A nova fase da cerveja sem álcool demonstra que a bebida pode, sim, ter um sabor atraente, o que só foi possível graças aos investimentos e avanços de tecnologia para a produção.

Aumento do interesse

Um dos grandes motores do interesse na cerveja sem álcool é a maior consciência sobre questões de saúde, uma preocupação da geração atual. Nesse sentido, a bebida pode ser incluída na dieta de quem  não consume nenhum nível de álcool, ou equilibra com outras bebidas.

Ano após ano, cervejas sem álcool de maior valor agregado surgem no mercado, com objetivo de fisgar bebedores com esse perfil de consumo. Esse movimento já recebe investimentos de diferentes marcas, como a Heineken, que criou a Heineken 0.0%.

Mais ocasiões de consumo

A ampliação de momentos para consumo é um dos potenciais da cerveja sem álcool. A bebida pode ser consumida, por exemplo, antes de dirigir e durante a gravidez.

O crescimento das cervejas está apenas no início. Este será um tema que ainda ganhará muito espaço e novos adeptos nos próximos anos.

Mercado Cervejeiro
22/09/2022 às 10h58.

Oktoberfest: Conheça as 5 maiores do mundo

Você sabia que a festa de Munique não é a maior do mundo? Saiba quais são as cinco maiores Oktoberfests e suas curiosidades.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
19/09/2022 às 15h14.

De 2013 até os dias atuais. A expansão do Mondial no Brasil

Gabriel Pulcino, gerente de negócios do Mondial de la Bière conta um pouco sobre as histórias por trás de um dos maiores festivais de cervejas do mundo.

Compartilhe