1. Home
  2. /
  3. Gastronomia
  4. /
  5. Cerveja na pizza? As vantagens de usar a bebida na massa
Cerveja na pizza? As vantagens de usar a bebida na massa
Em 13/11/2021 às 10h00.

Cerveja na pizza? As vantagens de usar a bebida na massa

E você achou que não era possível deixar esse prato ainda melhor…

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Sempre fui fã dos pratos feitos com cerveja. E, apesar de me considerar um cara que gosta de comer bem, sou péssimo cozinheiro. Mas, nem por isso fico paralisado. De vez em quando, me arrisco em  uma ou outra receita.

Uma das minhas experiências culinárias de maior sucesso foi a massa de pizza com cerveja. Fica uma delícia! Nas minhas pesquisas, vi que a peripécia não era tão incomum e há uma série de vantagens em usar a nossa querida bebida na massa.

A primeira delas é técnica – a cerveja facilita a fermentação da massa. Isso porque, o fermento que normalmente é utilizado para pães e pizzas gosta de acidificar o meio onde está, antes de fazer a massa crescer, de forma mais acelerada.

Trata-se de um mecanismo de defesa, para proteger o alimento de outros microrganismos. No entanto, quando utilizamos cerveja, poupamos esse esforço, já que a bebida é naturalmente ácida. Assim, o crescimento da massa se dá de forma mais rápida e vistosa.

Sabor de cerveja

Além disso, a cerveja pode adicionar cor, aroma e sabor na massa. Mas, para isso, é preciso acertar no estilo da cerveja.

Em geral, cervejas lupuladas não são uma boa opção. Elas trazem amargor para a massa e, apesar de fazer muito sucesso com os hopheads, não agrada a maioria dos fãs de pizza. Pelo mesmo motivo, aconselho evitar, também, cervejas pretas de amargor destacado de maltes torrados.

Cervejas escuras mais doces são interessantes, mas podem escurecer a massa, fazendo com que pareça uma pizza feita com farinha integral. E algumas pessoas tendem a estranhar isso. Mas, se para você, isso não é problema, essa mistura pode trazer ótimos resultados.

Já cervejas com sabores complexos, frutados ou condimentados – como quase todas as belgas – podem ser um desperdício, se utilizadas para fazer pizza. Quando assadas no forno, elas perdem muito desses aspectos sensoriais. Isso acontece também com os aromas de lúpulo.

Aliás, é importante ressaltar aqui que, apesar de a cerveja ser uma bebida alcoólica, o álcool evapora facilmente e não fica na massa.

Ou seja, cervejas mais direcionadas aos maltes, com sabores mais intensos, mais doces ou, pelo menos, de baixo amargor, funcionam bem!

A seguir, minha receita “nem tão secreta” com uma Munich Helles.

Pizza com massa à base de cerveja

Ingredientes

  • Rendimento: Duas pizzas grandes
  • 500 g de farinha de trigo
  • 15 g de fermento biológico fresco (um tablete)
  • 350 ml de cerveja Munich Helles
  • 4 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 2 colheres de chá de sal (ou a gosto)

Modo de preparo

  1. Se a cerveja estiver gelada, o fermento não vai funcionar. Aqueça em uma panela ou deixe esquentar naturalmente até uns 25º C. Evite temperaturas acima de 40º C, para não matar a levedura.
  2. Ative o fermento. Esfarele o tablete com um garfo e adicione em um recipiente junto com a cerveja e o açúcar. Reserve por 15 minutos, ou até que comece a reagir, borbulhando. Por fim, coloque 2 colheres de sopa de azeite.
  3. Coloque a farinha de trigo em uma mesa limpa, ou em um recipiente amplo. Acrescente o sal e misture. Aos poucos, vá acrescentando o fermento, sempre mexendo com as mãos até dar ponto.
  4. Reserve para crescer por aproximadamente uma hora, ou até que dobre de tamanho. Evite locais muito frios ou com correntes de ar. Lembre-se, a levedura precisa de temperatura para funcionar.
  5. Divida a massa em duas e abra cada parte em formato de disco, em uma mesa polvilhada com farinha de trigo. Use as mãos ou um rolo de massa.
  6. Por fim, asse a massa. Unte uma forma de pizza com azeite, coloque o disco e espalhe um pouco mais de azeite por cima. Leve ao forno já preaquecido. Asse entre 5 e 10 minutos a 200º C. Antes de retirar, para saber se está pronta, espete um palito. Se ele voltar limpo, a pizza está no ponto.
  7. Sirva em seguida.
Mercado Cervejeiro
26/01/2022 às 14h41.

Embalagem bonita é diferencial e ajuda nas vendas

Latas ou garrafas bonitas de cerveja podem atrair consumidores e impulsionar as vendas.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
25/01/2022 às 10h00.

Terra da garoa, São Paulo é também a terra da cerveja

A cidade São Paulo, que comemora 468 anos em 2022, caminha para ter o maior número de cervejarias do Brasil.

Compartilhe