1. Home
  2. /
  3. Caderno do Chef
  4. /
  5. Aprenda a fazer coquetel de Catharina Sour com cachaça
Aprenda a fazer coquetel de Catharina Sour com cachaça
Em 20/11/2021 às 10h00.

Aprenda a fazer coquetel de Catharina Sour com cachaça

Quer um drink com cerveja bem brasileiro? Experimente essa mistura criada mixologista e sommelière Francesca Sanci e se surpreenda!

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

O uso de cerveja em coquetéis não é incomum na história da mixologia. Existem misturas com sucos, destilados e até mesmo de cerveja com mais cerveja (o famoso Black and Tan). Mas, como fazer um drink bem brasileiro?

A mixologista e sommelière Francesca Sanci desenvolveu uma receita que combina a cerveja Catharina Sour – o primeiro estilo de cerveja brasileiro – com a já consagrada e nacionalíssima cachaça.

A bebida foi apresentada em um bate-papo com Gabriel Pulcino, gerente e porta-voz do Mondial de La Bière no Brasil, durante uma live do evento.

A cerveja

A cerveja escolhida foi a GraviOH-Là-Là, uma Catharina Sour, com graviola da cervejaria carioca Overhop Brewing. “Essa bebida tem um aroma sensacional de graviola e foi uma das premiadas com medalha de ouro no MBeer Conteste de 2019”, pontua Gabriel.

“Cervejas desse estilo são ácidas e têm adições de frutas. Já a cachaça é uma bebida produzida com caldo de cana fresco, que faz parte da história do Brasil”, afirma Francesca.

O drink também pode ser feito com outras cervejas desse estilo. “Basta manter a mesma estrutura”, ensina a mixologista.

O coquetel

Segundo Francesca, a mistura pode ser batida ou montada. No primeiro caso, basta misturar todos os ingredientes, com exceção da cerveja, e bater na coqueteleira com gelo. Isso porque, bebidas com gás geram pressão dentro do recipiente, o que pode forçar a abertura dele e derramar a bebida.

No entanto, para facilitar, Francesca ensina a fazer a versão montada diretamente no copo long drink, em que será servida. “O álcool fica um pouco mais destacado dessa forma”, explica. O motivo é que, quando batido, existe uma maior diluição do gelo e, consequentemente, da cachaça.

A escolha do destilado também é importante. Deve ser uma cachaça branca, que não tenha sabores de madeira, por exemplo. Francesca usou a Magnífica, também do Rio de Janeiro.

Uma última dica é o uso de um xarope simples, em vez do açúcar direto na bebida – o que também seria possível, de acordo com a mixologista. Trata-se de uma diluição de quantidades iguais de água com açúcar, que será usada em pequena quantidade apenas para equilibrar a acidez da cerveja.

Coquetel de Catharina Sour com cachaça

Você vai precisar de

  • Copo long drink de, aproximadamente, 350 ml;
  • 40 ml de cachaça branca;
  • 20 ml de xarope simples;
  • Twist de casca de laranja;
  • 1 Catharina Sour – Overhop GraviOH-Là-Là.

Preparo do xarope

  1. Misture a água com açúcar, em proporções iguais. Ou seja, 2 colheres de chá (5 ml cada) de açúcar para o mesmo volume de água.
  2. Dilua o açúcar muito bem.

Preparo do coquetel

  1. Coloque gelo no copo long drink até ficar cheio;
  2. Adicione 40 ml de cachaça;
  3. Adicione o xarope;
  4. Mexa bem, sempre de baixo para cima, para misturar;
  5. Complete com a cerveja;
  6. Corte um pedaço da casca da laranja, torça sobre o copo e coloque no coquetel;
  7. Sirva-se.
Mercado Cervejeiro
09/11/2022 às 10h30.

5 livros sobre como fazer cerveja

Fazer cerveja pode ser um hobbie, ou um trabalho sério; independente do seu nível de experiência, há ótimos livros para te ajudar a começar ou aprofundar os estudos cervejeiros.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
21/10/2022 às 13h03.

Fique por dentro: Dicionário das cervejas funcionais

Cervejas funcionais adicionam características benéficas à saúde; fique por dentro do vocabulário ligado a essas bebidas.

Compartilhe