1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. 4 cervejas nacionais para comemorar a Oktoberfest
4 cervejas nacionais para comemorar a Oktoberfest
Em 16/09/2022 às 10h56.

4 cervejas nacionais para comemorar a Oktoberfest

Após dois anos de pausa, a maior festa cervejeira do mundo será realizada em 2022; mas se você não puder viajar para Munique, confira as dicas para aproveitar por aqui.

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

Após dois anos de pausa por conta da pandemia de Covid-19, uma das maiores festas cervejeiras do mundo, a Oktoberfest de Munique, na Alemanha, volta a ser realizada em 2022. Entre 17 de setembro a 3 de outubro, são esperadas cerca de cinco milhões de pessoas – pelo menos um terço de estrangeiros – no Campo de Teresa, perto dos portões da capital da Baviera.

Desde a II Guerra Mundial, esta foi a primeira vez que o evento foi cancelado. Antes disso, a festa não ocorreu apenas em 1854 e 1873, devido à epidemia de cólera. A Oktoberfest teve início em 1810, por ocasião do casamento do príncipe Ludwig com a princesa Teresa da Saxônia.

Mas se viajar para fora do país não está nos seus planos agora, saiba que também é possível aproveitar por aqui. Cervejarias nacionais já produzem ótimas bebidas comemorativa e de estilos  consumidos no evento. Confira abaixo as dicas.

Weltenburger Kloster Anno 1050

Apesar de ser uma marca alemã, a Weltenburger é produzida no Brasil pelo Grupo Petrópolis. A cerveja tem origem monástica. Foi produzida inicialmente há mais de 960 anos na Abadia de Weltenburg, mosteiro beneditino perto de Kelheim, nas proximidades da Baviera.

A Anno 1050 é do estilo Märzen, o primeiro típico da festa. Com 5,5% de álcool, tem cor avermelhada e sabores maltados, lembrando tostado e caramelo, com suave lúpulo floral. O corpo é médio, com amargor baixo e suave dulçor, tornando-a equilibrada.

Eisenbahn Oktoberfest

Produzida sazonalmente somente na época da Oktoberfest, essa Eisenbahn é um exemplar do estilo moderno da festa. Com o aumento dos estrangeiros na década de 1980, a organização do evento e as cervejarias resolveram elaborar uma versão mais suave de cerveja.

O estilo Oktoberfest é baseado na Märzen, porém clara, dourada, menos adocicada, mais equilibrada e de corpo mais suave. Assim é a Eisenbahn Oktoberfest, que também tem teor alcoólico de 5,5%.

Schornstein Oktoberfest

A Schornstein é uma cervejaria artesanal que nasceu em Pomerode (SC), considerada uma das cidades mais alemãs do Brasil. Hoje faz parte do Grupo CBCA, que reúne outras cervejarias artesanais, como a Leuven e Startup Brewing, do interior de São Paulo.

Em 2021, lançou sua Oktoberfest, cerveja que deve passar a ser produzida sazonalmente. Fica entre o estilo Märzen e o moderno Oktoberfest, trazendo notas de cascas de pão, assim como um suave tostado, típico das versões tradicionais. Tem 5,3% de álcool e é bastante saborosa.

Maniacs Oktoberfest

A versão da Maniacs, de Curitiba (PR), é a mais alcoólica (6,2%) e bastante puxada para uma Märzen, com cor acobreada. Tem notas de cascas de pão, caramelo, corpo médio e dulçor residual presente, trazendo bastante personalidade para a cerveja. Essa bebida já existia no portfólio da marca, mas era feita apenas no brewpub em Curitiba. Em 2021, foi produzida pela primeira vez em maior escala.

Mercado Cervejeiro
22/09/2022 às 10h58.

Oktoberfest: Conheça as 5 maiores do mundo

Você sabia que a festa de Munique não é a maior do mundo? Saiba quais são as cinco maiores Oktoberfests e suas curiosidades.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
19/09/2022 às 15h14.

De 2013 até os dias atuais. A expansão do Mondial no Brasil

Gabriel Pulcino, gerente de negócios do Mondial de la Bière conta um pouco sobre as histórias por trás de um dos maiores festivais de cervejas do mundo.

Compartilhe