1. Home
  2. /
  3. Degustação
  4. /
  5. 3 cervejas para comemorar a Oktoberfest
3 cervejas para comemorar a Oktoberfest
Em 27/10/2021 às 09h47.

3 cervejas para comemorar a Oktoberfest

Vem comigo que vou te contar algumas curiosidades da Oktoberfest, e ainda te indicar três cervejas para você experimentar e entrar no clima!

Luis Celso Jr.
Por Luis Celso Jr., cervejar.com
Jornalista e Sommelier de cerveja

É impossível começar o mês de outubro sem falar da Oktoberfest, a festa cervejeira mais conhecida do mundo. Você sabia que a Oktoberfest teve origem como festa de casamento? E nas primeiras edições do evento, não tinha, oficialmente, cerveja? Vem comigo que vou te contar essas e outras curiosidades da festa, e ainda te indicar três cervejas para você experimentar e entrar no clima!

A festa

A Oktoberfest começou em 12 de outubro de 1810, como a festa de casamento do príncipe herdeiro Ludwig, futuro rei Ludwig I, e Teresa de Saxe-Hildburghausen. Todos os habitantes de Munique, na Alemanha, foram convidados. Uma corrida de cavalos animou o evento.

A festa se repetiu nos anos seguintes no mesmo local, que foi batizado de Campo de Teresa (Theresienwiese, em alemão). Por isso, a festa também é conhecida por Wiesn. Nas oito primeiras edições do evento, não havia cerveja, oficialmente. Mas, nem por isso as pessoas deixavam de beber. Elas mesmas levavam a bebida para a festa.

A cerveja só foi incorporada, quando a organização do evento passou a ser feita pela prefeitura de Munique, e não mais pela coroa. O município uniu, então, a festa com outras comemorações em datas próximas. Anos depois, a festa foi adiantada para a segunda quinzena de setembro, para aproveitar o finzinho da primavera.

Märzen e Oktoberfest

As primeiras cervejas da Oktoberfest foram as Märzen (março, em alemão), que já participavam das festividades de outubro, há muitos anos. O estilo teve início no século 16, quando um decreto impediu as cervejarias de funcionarem durante o verão e a primavera.

Era muito comum, no final do inverno do hemisfério norte, ou seja, no mês de março, os cervejeiros fazerem uma cerveja mais intensa, com as matérias-primas que sobravam da estação.

A cerveja ficava armazenada em caves frias, durante as estações mais quentes, e era aberta apenas em outubro, mês em que se comemorava a volta da temporada de fabricação de cervejas. Esta cerveja era escura e encorpada, com final mais doce, e só chegaria na cor acobreada, que tem hoje, após 1840.

No entanto, o estilo nomeado como Oktoberfest, só surgiria em 1980, quando a festa começou a se tornar muito popular por turistas do mundo todo. A organização percebeu que a Märzen era muito intensa para os estrangeiros. Então, decidiu criar a cerveja Oktoberfest, uma versão dourada, mais equilibrada e refrescante.

Para entrar no clima

A seguir, três cervejas que você precisa experimentar! Além de dicas de como harmonizar a bebida com alguns pratos.

HB Oktoberfestbier

A Hofbräu é uma das seis grandes cervejarias de Munique. Elas são as únicas que podem comercializar cervejas durante a festa e usar o nome Oktoberfest, em suas cervejas, na Alemanha.

É sazonal, produzida apenas nessa época do ano, de cor dourada e com 6,3% de álcool. Com corpo médio, equilibra um suave dulçor residual com leve amargor, além de notas de maltes, como cascas de pão e leve biscoito, com lúpulo floral.

Experimente com Schnitzel (carne de porco empanada), pernil, frango assado e queijos semiduros, como Emmental.

Paulaner Oktoberfest Bier

A Paulaner está presente na festa desde 1818. Também sazonal, a cerveja tem cor dourada e 6% de álcool, trazendo o equilíbrio entre um leve sabor de lúpulo floral e uma forte presença dos maltes, que lembram cascas de pão e cereais. Harmonize com pratos típicos, como salada de batatas, pretzel e salsicha weisswurst com mostarda doce.

Maniacs Oktoberfest

Nosso exemplar nacional é da cervejaria Maniacs, de Curitiba (PR). Diferente das anteriores, ela tem cor mais escura, acobreada, com 6,2% de álcool. Também exibe um aroma mais maltado, com notas tostadas e de cascas de pão, que lembram, um pouco, a antiga Märzen.

O lúpulo floral fica em segundo plano. O amargor suave equilibra o delicado dulçor e o corpo médio. Experimente com chucrute, bolo de carne, salsicha bockwurst e carne de porco assada.

Mercado Cervejeiro
23/06/2022 às 10h57.

Com nova lei, Rio de Janeiro pode ganhar mais cervejarias

Após receber aprovação final e entrar em vigor, lei pode ser o “empurrão” que faltava para pessoas que desejam abrir sua cervejaria artesanal, mas encontravam barreiras para isso.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
16/06/2022 às 10h00.

Dia do Orgulho LGBTQIA+: 3 iniciativas que apoiam a causa

O dia 28 de junho marca a luta pela diversidade e igualdade de direitos. A cerveja não está alheia ao tema e já existem, inclusive, iniciativas e empreendimentos na área.

Compartilhe