1. Home
  2. /
  3. Mercado Cervejeiro
  4. /
  5. Brasil Brau encerra edição superando as expectativas
Brasil Brau encerra edição superando as expectativas
Em 03/06/2022 às 16h11.

Brasil Brau encerra edição superando as expectativas

Evento da indústria cervejeira apresentou as últimas tendências para o mercado e promoveu troca de conhecimentos. Sustentabilidade, autosserviço, diversidade e inclusão se destacaram entre as pautas.

Cervejar.com
Por Cervejar.com, cervejar.com

Cerca de 7000 pessoas transitaram pelo pavilhão 3 do São Paulo Expo para conferir as atrações da Brasil Brau 2022, principal encontro profissional do setor cervejeiro na América Latina, entre 30 de maio e 1º de junho. O número de visitantes para a 16ª Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja superou a expectativa da organização. Após um hiato pela pandemia em 2021 – a primeira pausa em toda a história do evento que acontece desde a década de 80 –, a edição aconteceu em clima de aguardado reencontro da cadeia produtiva, registrando crescimento em relação a 2019 e taxa-recorde de renovação de expositores para 2024, além do número de patrocinadores.

O mercado já vinha dando indícios de que aguardava ávido pela oportunidade de networking: assim que abriu o credenciamento on-line para profissionais do setor, em março, a organização recebeu centenas de inscrições em apenas poucas horas e já constava com 35% acima do público da última edição antes da abertura dos portões – um recorde. As previsões se tornaram fatos. A Brasil Brau 2022 encerrou as atividades com crescimento de 40% em relação ao número de credenciados para a feira. Durante os três dias de evento, o número se traduziu em corredores sempre cheios e muitos negócios fechados. Não à toa, ao final do dia 1º de junho, 80% das marcas presentes já haviam renovado a participação para a edição de 2024 e 21% dos expositores participantes revelaram expectativas de negócios gerados em mais de R$1 milhão após o evento.

“A Brasil Brau 2022 atingiu as expectativas, mantendo-se como um evento-chave, consolidado e tradicional, atendendo as expectativas do mercado de apresentação de bons produtos, empresas importantes e reunindo profissionais qualificados. Também conseguimos atingir todos os nossos objetivos qualitativos e quantitativos para o Congresso, o que norteia muito o futuro do evento como um importante disseminador de conteúdo, além de seu papel consolidado na América Latina como um grande evento de equipamentos, tecnologias e insumos”, revelou Gabriel Pulcino, Gestor da Brasil Brau e Gerente Sênior de Eventos da GL events.

Para os expositores da feira, o saldo também foi positivo. “O mercado vem numa crescente de consumo, de novos projetos. A feira veio em um momento oportuno e trouxe a presença de pessoas muito importantes, foi uma sensação positiva que tivemos: a percepção de que encontramos quem toma as decisões e faz o segmento acontecer. Ficamos muito felizes, valeu cada centavo do investimento e isso com certeza vai se refletir nos próximos dois anos em negócios e projetos”, compartilhou o CEO da EGISA Volmir Roberto Gava.

“Participamos da Brasil Brau há umas cinco edições. A retomada foi bem bacana. Todos os nossos principais clientes vieram, estavam esperando. Saíram bastante negócios. Pretendemos voltar em 2024”, contou Ederson Cavalin, diretor comercial da MEMO, reconhecida na América Latina como líder de mercado na produção de chopeiras, torres de chope, pré-resfriadores e acessórios.

Vitória Schwarz, analista de comunicação da Agrária, maior maltaria da América Latina, comentou a surpresa com o tamanho do público: “É muito bom estarmos onde nossos clientes, outros fornecedores e todo o mercado cervejeiro estão. Viemos com uma expectativa muito positiva. Mas a quantidade de pessoas acabou surpreendendo. Eu nunca vi um primeiro dia de feira como aquele!”.

No âmbito de patrocínios e apoios, a Brasil Brau 2022 também quebrou recordes. O evento contou com grandes marcas para as diversas pontas da programação. As internacionais e patrocinadoras da edição Fermentis By Lesaffre, líder global no fornecimento de fermentos para a indústria, e a IFF, fabricante norte-americana de sabores e fragrâncias, saíram do pavilhão com os olhares voltados para 2024. “Nossa participação como patrocinadores foi extremamente positiva e pretendemos continuar na próxima edição”, avaliou Flavio Falqueiro, Regional Sales Manager Brazil da Fermentis. “A gente pode ver que a cadeia cervejeira realmente se reúne na Brasil Brau. Esperamos estar juntos nos próximos anos, trazendo tendência e inovação, e apreendendo também com o mercado”, pontuou Elisa Rodrigues, Regional Marketing & Communication Lead, LATAM, da IFF.

Para a Biomérieux, apoiadora do Brewer Lounge – espaço de exposição de conteúdo localizado no coração da feira – o evento teve um papel fundamental para abertura de mercado: “Estamos há bastante tempo em outros segmentos e estamos entrando no meio cervejeiro para apresentar nossas soluções para microrganismos deteriorantes. Foi muito interessante a nossa primeira vez, conseguimos conhecer bastante gente da área e compartilhar nossos conhecimentos”, contou Luisa Zaiden, gerente de produto da empresa.

Entre as novidades que apareceram na feira, produtos, serviços e tecnologias apontaram buscas e tendências para o futuro do mercado. A sustentabilidade e o autosserviço apareceram de diferentes formas entre os lançamentos dos expositores.

Conteúdo em pauta

Além das novidades levadas para a feira, a edição de 2022 apostou na disseminação de conhecimento por meio de conteúdo como um forte pilar. O 17º Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira, que contou com a curadoria técnica inédita do Instituto da Cerveja Brasil (ICB) – maior escola de capacitação cervejeira do país – levou ao palco personalidades nacionais e internacionais para debater o setor. Em relação à edição de 2019, a atração contou com 40% a mais de inscritos, se tornando mais um recorde do evento este ano.

Os experts abordaram desde questões de cunho técnico, como a palestra “Debulhando maltes especiais”, liderada pela finlandesa Anikka Wilhelmson, VP de Inovação e Craft Food na norte-europeia Viking Malt, a assuntos ligados a Gastronomia, Sociedade e Sustentabilidade.

A Biersommelière Kathia Zanatta e a chef Mari Sciotti, do restaurante Quicho, por exemplo, se juntaram para uma aula-show de harmonização de cervejas com a culinária vegetariana. Já Eduardo Sena (Hora do Gole), Leandro Sequelle (Graja Beer), Luiza Tolosa (Cervejaria Dádiva) e Yumi Shimada (Japas Cervejaria) e Beatriz Ruiz (HEINEKEN), guiaram um painel sobre “Diversidade e Inclusão no Mercado Cervejeiro”, com lotação máxima e aplausos do público.

“Para o Instituto da Cerveja, fazer parte da curadoria do Congresso é uma grande oportunidade. Acompanho o evento há muitos anos, era uma responsabilidade muito grande fazer parte disso e é um orgulho ter participado. É também um desafio conseguir atender um mercado muito diferente do que era há 15 anos, ou seja, concentrado nas grandes cervejarias que queriam informação técnica. Hoje, é um mercado majoritariamente artesanal de um público muito diverso”, pontuou Alfredo Ferreira, sócio-diretor do ICB.

Patrocinadora do Congresso pela primeira vez, por meio da Eisenbahn, a HEINEKEN também fechou o evento com boas expectativas para edição de 2024: “Estivemos presentes patrocinando o Congresso e levando muita conexão, diversão e conteúdo para o público do evento. Fomos com a marca Eisenbahn, que tem como objetivo democratizar o conhecimento cervejeiro. Estamos muito contentes e aguardando os impactos que a gente vai trazer para o mercado com essa parceria. Pretendemos voltar em 2024 com mais iniciativas e contribuindo ainda mais para o evento”, finalizou Patricia Sakakura, coordenadora de eventos e educação cervejeira do Grupo HEINEKEN.

No Brewer Lounge, espaço de exposição de conteúdo gratuito no centro da feira, profissionais do mercado também se reuniram para apresentar temas que passearam por metadados para cervejarias, futuro do mercado pós-pandemia, a força do coletivo para o setor cervejeiro e diversas outras temáticas que atravessam o mercado.

Marcaram presença nomes como Victor Marinho (Cervejaria Dádiva), Gilberto Tarantino (Cervejaria Tarantino), Bia Amorim (Sommelière de cerveja), Eduardo Passarelli (Especialista em cerveja), Raphael Rodrigues (Jornalista), Roberto Fonseca (Jornalista), Ricardo Gerlak (CHR Hansen), Fábio Bax Jr. (IFF), Jean Moro (RememBeer) e Rodrigo Elizalde (Biomérieux).

Duplamente premiada

Como é de tradição no evento, o público presente elegeu o estande mais bonito da edição e o principal lançamento da feira. A Prozyn, empresa especializada na aplicação de enzimas em busca de biosoluções para a produção de energia limpa e alimentos mais saudáveis, arrebatou ambos. A responsável por garantir o segundo prêmio da marca foi a PROTEZYN EX, uma proteína enzimática que atua na quebra do glúten. A solução reduz a alergenicidade para intolerantes ao glúten, é livre de alergênicos e tem melhor digestibilidade.

Organização e patrocínio

A Brasil Brau 2022 tem promoção e organização da GL events Exhibitions. Patrocinam o evento as empresas Fermentis by Lesaffre e IFF. O Brewer Lounge tem apoio da CHR Hansen e Biomérieux. O Congresso tem patrocínio da HEINEKEN com a Eisenbanh e curadoria do Instituto da Cerveja Brasil (ICB). O Hotel Oficial do evento é o Mercure e Novotel. A Revista Engarrafador Moderno e a Revista da Cerveja, líderes de comunicação no segmento, são apoiadores de mídia da edição, junto com o app Remembeer e o parceiro Bolachas para Chopp.

Sobre a GL events

A francesa GL events é um dos maiores grupos do setor de eventos no mundo, com sede em Lyon. A companhia está presente em 24 países, nos quais administra 40 espaços para eventos. O grupo já realizou mais de quatro mil eventos, inclusive Copas do Mundo, Olimpíadas, festivais de música e cinema. No Brasil, a companhia mantém escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Mercado Cervejeiro
09/11/2022 às 10h30.

5 livros sobre como fazer cerveja

Fazer cerveja pode ser um hobbie, ou um trabalho sério; independente do seu nível de experiência, há ótimos livros para te ajudar a começar ou aprofundar os estudos cervejeiros.

Compartilhe
Mercado Cervejeiro
21/10/2022 às 13h03.

Fique por dentro: Dicionário das cervejas funcionais

Cervejas funcionais adicionam características benéficas à saúde; fique por dentro do vocabulário ligado a essas bebidas.

Compartilhe