Home » Comportamento » Globo abre suas portas para a cerveja artesanal

Globo abre suas portas para a cerveja artesanal

A madrugada deste 2 de agosto, Dia Internacional da Cerveja, começou com o programa “Conversa com o Bial” recebendo dois especialistas sobre esse assunto que amamos e nos une: a cerveja artesanal.

A sommelière Beatriz Ruiz (primeira brasileira a receber o Cicerone, um dos certificados cervejeiros mais importantes do mundo) e o também sommelier Luís Celso Júnior falaram sobre a história, derrubaram mitos e explicaram a atual cultura cervejeira.

A eles se juntaram o cineasta Heitor Dhalia, que fez um paralelo interessante entre o cinema experimental com a comunidade dos produtores de cerveja artesanal.

Fotos: Reprodução

Beatriz começou explicando a origem da bebida. Segundo ela, há dez mil anos alguma mulher do neolítico deixou grãos expostos a chuva e sol. Eles fermentaram, alguém provou e “ficou feliz”. “Foi junto com a revolução agrícola”, complementou Bial.

Bem humorado, Celso Júnior lembrou o livro de um especialista americano na hora de falar sobre o que surgiu primeiro, o pão ou a cerveja. “O homem do neolítico já pensava como a gente. Se dessem grãos, você faria pão ou cerveja? Eu faria cerveja.”

Newslleter

Para mostrar que estava bem informado sobre o assunto, na abertura da entrevista, Bial lista os ingredientes, fala da cultura e recomenda que a cerveja seja “inteligentemente gelada”. Deixando de lado o “estupidamente”, que só serve para esconder os pontos fracos de cerveja ruim. Veja a entrevista completa.

Sobre por Redação

Você vai gostar de ver

brewpub - Foto Pixabay

Da fogueira ao brewpub

Quando damos um Google, encontramos que “bar” é um estabelecimento comercial com balcão e pequenas …

X