Home » Coletivo Cerveja » Cerveja artesanal faz girar a roda da nova economia criativa

Cerveja artesanal faz girar a roda da nova economia criativa

O mundo mudou. Você já deve ter ouvido muito essa frase. Os hábitos, as crenças, as atitudes das pessoas estão diferentes. Hoje, rapidez e utilidade adquiriram uma importância decisiva na vida das pessoas.

O cuidado ambiental não é mais uma preocupação limitada ao plantio de árvores, mas sim focada em toda a cadeia de consumo que nos cerca. Ou seja, estamos assistindo à chegada de uma nova geração de pessoas que possuem valores que são moldados diariamente nessa nova ordem mundial.

Estamos vivendo a era do colaborativo, compartilhado, cooperado, convergente, conceitualizado, conjunto. A era da comunicação. De uma nova economia. De uma economia criativa.

Com todas as diferenças entre essas pessoas, dentro de toda a diversidade, uma coisa é comum: todos estão abertos a novas experiências. São curiosos que valorizam a tecnologia, mas também dão importância ao que é feito à mão, o que é feito de uma forma criativa. Buscam o equilíbrio em um mundo cada vez mais dinâmico, conscientes e determinados a tornar o mundo melhor.

Fotos Pixabay

E a cerveja simboliza toda essa onda que estamos vivendo. Um produto, um líquido que é feito mais ou menos da mesma forma há mais de 7.000 anos e que hoje está passando por uma grande revolução. Com uma capacidade e um potencial gigantes para se reinventar, mas sem perder a sua principal característica, que é conectar as pessoas. É ser a fogueira em torno da qual as pessoas se reúnem para conviver.

Newslleter

Essa é uma das provocações do Mondial de La Bière, um dos eventos cervejeiros mais importantes do mundo, que neste ano reúne junta no Rio de Janeiro mais de 150 expositores que apresentam cerca de 1.500 rótulos dos mais variados estilos para os mais diferentes paladares, tornando a cidade a capital mundial da cerveja.

“Vamos promover a integração do estilo de vida cervejeiro, trazendo todo o caráter democrático e amistoso da cerveja artesanal, para debater não só a questão do que é artesanal, mas perceber o impacto de produtos e de pequenos produtores no mercado e na vida das pessoas”, afirma Luana Copler, diretora do evento..

Nova economia 

No Mondial de la Bière,  além de termos a chance de experimentar as mais variadas cervejas, temos a oportunidade de discutir o que é artesanal. A cerveja se apropriou desse título, mas o que ele significa? É um processo, é um método, uma gestão diferente? É feito por pessoas e para pessoas diferentes? O que essas pessoas têm em comum? Que conexões humanas são essas? É isso que queremos, levar essa discussão além da bebida e falar do valor. E a cerveja é o veículo que representa tudo isso.

“Vamos fermentar o bolo da cerveja artesanal e sua cultura no Brasil. Este é o nosso maior objetivo”, diz Copler.

Fique ligado, o evento acontece de 4 a 8 de setembro no Píer Mauá. Saiba mais sobre ingressos, programação e lista de cervejarias confirmadas no site do evento.

Alguns dados do mercado de cerveja: 

– O Brasil é terceiro maior produtor mundial de cerveja, com 13 bilhões de litros fabricados anualmente

– Estudo da Mintel realizado em dez capitais brasileiras mostrou que consumidores de todas as classes sociais têm valorizado cada vez mais a qualidade da cerveja

– Análise do Bradesco: cervejas classificadas como “premium” cresceram de 5% para 12% em dez anos, e a venda dessas cervejas em mercados tem uma projeção de alta de 38% para 41% até 2022

– Embora a produção de bebidas alcoólicas de modo geral esteja em queda, a indústria de máquinas no setor de cervejas cresceu de 15% a 20%, segundo dados Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos)

– Em 2018, foram concedidos mais de 6.800 registros de cervejas e chopes e 210 novas fábricas foram abertas – ou seja, média de uma cervejaria nova surgindo a cada dois dias no país

– Anuário da Cerveja no Brasil prevê que o país alcance marca de mil cervejarias em 2019.

Nelson Rocha
Mondial de la Bière

Sobre por Redação

Você vai gostar de ver

brewpub - Foto Pixabay

Da fogueira ao brewpub

Quando damos um Google, encontramos que “bar” é um estabelecimento comercial com balcão e pequenas …

X