Home » Harmonização » Aprenda a harmonizar cerveja com o churrasco e seus acompanhamentos

Aprenda a harmonizar cerveja com o churrasco e seus acompanhamentos

Churrasco - Foto Pixabay

Já é um clássico dos churrascos feitos no Brasil. Enquanto a carne, o queijo coalho e o pão de alho vão atingindo seu ponto ideal, do cooler vão saindo lagers compradas às pressas no supermercado. Com um pouquinho mais de esforço, o churrasco pode ficar tão melhor…

Devido aos critérios, pode parecer ciência de foguetes essa coisa de harmonizar cerveja e churrasco. É preciso observar o teor alcoólico, a torra do malte, o amargor e a acidez para rimar com a doçura, gordura, temperos e condimentos da carne e acompanhamentos.

E aí entra o exercício de casar acidez, amargor, ponto do sal, aromas e sabores. Ou apostar no contraste, como no caso em que carnes intensamente salgadas encontram um opositor que as enriquece no malte tostado.

Caso você se sinta inseguro em arriscar, nós montamos um pequeno roteiro com base nos cortes e nos acompanhamentos do seu próximo churrasco, que será muito mais delicioso que o anterior.

Newslleter

Costela bovina

costela - Foto Pixabay
Com bastante gordura e muito sabor, essa carne apresenta um toque salgado acima da média. Teores alcoólicos mais elevados equilibram essa gordura toda. Uma rauchbier é ótima companhia.

Cupim
Cheia de gordura, suculência e fibra, o cupim também pede uma cerveja encorpada e com teores alcoólicos mais elevados. Uma boa porter cumpre a função com honras.

Fraldinha
Outro corte na família das rechonchudas, mas com distribuição pouco uniforme de gordura. Assim, o comensal também se depara com porções quase magras. Para transitar com segurança entre esses dois extremos, uma brown ale ou uma weiss com maltes mais tostados dão conta da tarefa.

Frango

churrasco de frango - Foto Pixabay
Aqui a leveza é a melhor estratégia para rimar com a suavidade da carne. Como não são necessários altos teores alcoólicos para equilibrar a gordura, uma vienna lager vai bem.

Linguiça

Linguiça - Foto Pixabay
De pegada um tanto adocicada e teor alcoólico de respeito, uma trippel belga equilibra a gordura. Isso no caso de linguiças que não sejam excessivamente condimentadas

Lombo suíno
Apesar de vir de onde vem, esse corte suíno é menos gorduroso que seus vizinhos. Uma dubbel, outra cerveja de origem belga com perfil adocicado, complementa a caramelização da carne.

Picanha

picanha - Foto Pixabay
Aqui é a hora de juntar um campeão nacional com o estilo queridinho dos cervejeiros do mundo todo. Para equilibrar o salgado e a gordura da picanha, nada melhor que o teor alcoólico e o amargor de uma boa IPA.

Pão de alho
Para quebrar a gordura do creme de alho, uma pilsen de respeito dá conta do recado e encontra pontos de semelhança na tosta do pão e do malte.

Queijo coalho

Queijo coalho - Foto Churrabom
Queijo coalho – Foto Churrabom

Refrescante, cheia de especiarias e com notas de frutas amarelas, uma saison contrasta a gordura e ajuda a temperar o sabor do queijo.

Sobre por Redação

Você vai gostar de ver

Mondial de la Bière Rio 2019 - Foto Instagram

Conheça os dez vencedores do concurso ‘O que é Cervejar para você?’

Durante o Mondial de la Bière Rio 2019, os visitantes aproveitaram os espaços Cervejar para …

X